Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Perfil dos Clientes Imobiliários no segundo semestre de 2021

Maria Eduarda Sandri Montibeller

Maria Eduarda Sandri Montibeller

Entenda as mudanças no padrão de consumo do cliente imobiliário pós pandemia e potencialize suas vendas.
cliente imobiliário
Banner

O alcance dos resultados determinados no planejamento estratégico da Imobiliária depende da correlação de diversos outros fatores. É necessário que haja alinhamento entre os setores do marketing, comercial (vendas) e customer success (responsável por cuidar da satisfação do cliente). 

O ponto em comum que permite que todas essas áreas se mantenham alinhadas é o perfil do cliente, traçado por meio de um estudo de Persona.

Antes de nos aprofundarmos no tema, precisamos entender o que é a Persona.

Persona: O que é e como mapear

A palavra Persona (traduzida do espanhol: pessoa) ganhou mais espaço nos últimos anos quando se trata de marketing digital. Com o expressivo aumento de 14 pontos percentuais (FACEBOOK IQ) no uso das redes sociais, as empresas migraram seus negócios ou pelo menos boa parte de suas estratégias de captação de clientes para mídias populares como Instagram e Facebook. 

O consequente crescimento da concorrência e briga pela atenção no espaço digital fez com que estratégias de segmentação se tornassem necessárias.

Para a eficiência dessas estratégias, foi preciso implementar nesse novo contexto um antigo conhecido dos negócios tradicionais: As Personas.

De forma resumida, uma persona é um personagem fictício que representa o principal cliente de determinada empresa, ou seja, que consegue resumir em apenas uma pessoa, as características do público alvo, ajudando assim, a direcionar estratégias de marketing para um rumo mais certeiro.

Algumas informações relevantes que podem ser retiradas de um mapeamento de Persona:

 

  • Sexo
  • Idade
  • Renda média mensal
  • Cargo dentro da empresa
  • Perfil familiar
  • Média de tempo de uso das redes sociais
  • Rotina e Hábitos cotidianos
  • Aplicativos mais utilizados
  • Objetivos a curto e longo prazo
  • Interesses e desinteresses 

 

Isso se tornou tão relevante para o contexto empresarial que diversas empresas resolveram disponibilizar templates de maneira gratuita para guiar aqueles que ainda não possuem familiaridade com esse assunto. Caso isso já faça parte do cotidiano da empresa, é comum a criação de um template guia personalizado, com informações relacionadas especificamente ao que será relevante para seus resultados. 

Template de Persona utilizado no Bloco Inovação

Existem diversas práticas para coletar essas informações e compilá-las em uma Persona. As mais comuns são: chamadas por telefone com os clientes e a disponibilização de um formulário por email, ambas alinhadas com as expectativas e objetivos da marca.

A Persona do mercado imobiliário, o que mudou?

A sociedade evolui e com ela mudaram os gostos e preferências das pessoas. Nada reflete mais isso do que suas escolhas por moradia: local em que se encontra aconchego após enfrentar os obstáculos do dia a dia. 

Traduzido anteriormente como Persona, entender as características do público ao buscar determinado apartamento, casa, sala comercial, entre outros, é indispensável no mercado imobiliário.

Foto retirada do site Unsplash

Nesse contexto existem diversos perfis de clientes. Aqueles que buscam uma sala comercial para iniciar o próprio negócio, os que buscam uma casa com um grande quintal para aproveitar a melhor idade, os que precisam de um apartamento no centro da cidade para ficar perto do trabalho… Cada um detentor de uma rotina única, hábitos e gostos que se assemelham àqueles que buscam por algo parecido.

A seguir, iremos entender algumas das novas preferências desse perfil em 2021, após as modificações comportamentais influenciadas pela pandemia da COVID-19 e suas restrições, segundo uma pesquisa realizada pelo grupo ZAP, chamada de A Influência do Coronavírus no Mercado Imobiliário.

Imóvel localizado em uma vizinhança com mais comércios e serviços

A pandemia teve como uma de suas maiores consequências o aumento no consumo de produtos por delivery, favorecendo comércios localizados próximos ao imóvel.

Ambientes maiores e mais divididos

A quantidade de tempo em família dentro do mesmo ambiente aumentou e junto dela os conflitos familiares foram aflorados. Por consequência, a valorização da privacidade e de espaços maiores foi potencializada.

Imóvel com varanda

Outro empecilho causado pela quantidade de tempo em casa foi a automatização de processos sem a realização de momentos de lazer que pudessem “arejar a mente”. Com isso, a procura por locais com espaços relacionados à natureza e ao ar livre aumentou consideravelmente.

Imóvel com vista/visão desimpedida

Devido ao alto índice de tempo despendido em frente ao computador, mudar o campo visual se tornou muito importante para aqueles que ficaram dentro de casa durante o período conhecido por quarentena.

Imóvel com espaço planejado para Home Office

A comodidade e praticidade do Home Office veio pra ficar em muitas empresas e com ela, a preferência por espaços cada vez mais planejados para essa atividade, ergonômicos e sem distrações.

E a sua imobiliária? Já está adaptando suas estratégias de captação de  imóveis e clientes com base nas novas características do consumidor?

Sobre o autor

Maria Eduarda Sandri Montibeller

Maria Eduarda Sandri Montibeller

Faço parte da equipe do Bloco Inovação, agente que promove a transformação digital imobiliária por diversas perspectivas.
Maria Eduarda Sandri Montibeller

Maria Eduarda Sandri Montibeller

Faço parte da equipe do Bloco Inovação, agente que promove a transformação digital imobiliária por diversas perspectivas.

Continue explorando..